fbpx

COMO CRIAR HÁBITOS PARA UMA GESTÃO FINANCEIRA SUSTENTÁVEL?

Para gerir financeiramente uma empresa ou mesmo as finanças pessoas os hábitos são decisivos, pois, são eles que direcionam nossas atitudes sem muitas vezes nem percebermos. Mas a pergunta é como criar hábitos saudáveis financeiramente?

Alguns passos para construção de hábitos financeiros saudáveis:

1º) Adquira conhecimento sobre finanças

Para criar hábitos saudáveis financeiramente o primeiro passo é entender um pouco de finanças. Para muitas pessoas isso parece ser assombroso, mas te garanto que não é. Sabe aquela máxima “gostamos do que entendemos”, pois bem, para gostar e se familiarizar com as finanças o primeiro passo é entender um pouco desse mundo.

Dai você pode estar se perguntando: então a Jéssica está me dizendo para que eu preciso me tornar um expert em finanças? Não, o objetivo é que entenda dos conceitos básicos e que consiga melhorar seus comportamentos e consequentemente seus hábitos.

Os conhecimentos básicos a que me refiro são:

1) Entender sobre a operacionalização e importância do controle de suas entradas e saídas;

2) Ter consciência das consequências de suas atitudes financeiras;

3) Entender a importância de uma gestão financeira adequada no presente para ter independência financeira no futuro;

4) Entender conceitos básicos de investimento.

2º) Identifique os motivos pelos quais é importante realizar uma gestão financeira

Posterior à aquisição dos conceitos básicos de finanças você já vai conseguir identificar a importância disso para sua vida. Pessoas que não gerem suas finanças, que não dedicam um tempo para cuidar de suas entradas e saídas e que não planejam o seu futuro tem uma menor probabilidade de atingir a independência financeira.

Além disso, pessoas com esse perfil também apresentam maior propensão a desequilíbrios financeiros, tais como endividamento, inadimplência e até compras compulsivas.

No momento que você entender o impacto de todas essas consequências, garanto que dedicará mais tempo de sua vida para criar hábitos financeiros saudáveis.

3º) Identifique em você comportamentos que não contribuem para as suas finanças
Nesse tópico você pode estar se perguntando, mas o que são comportamentos que não contribuem para minhas finanças?

Alguns exemplos são: não saber quanto ganha, não saber quais são suas despesas fixas, gastar mais do que ganha, comprar coisas desnecessárias, extrapolar no uso do cartão de crédito, não olhar o preço das coisas, não fazer pesquisa de preço, não pedir desconto, não tirar um tempo para planejar os gastos mensais, entre tantos outros.

Todos esses comportamento são nocivos para suas finanças e mapeá-los e começar a controlar é um passo importante para consolidar hábitos saudáveis.

4º) Com o conhecimento adquirido sobre finanças mude esses comportamentos nocivos para suas finanças

Depois de identificar os comportamentos nocivos à sua saúde financeira é hora de começar a corrigi-los. Esse é um processo lento, aos poucos você vai se adaptando a essas novas condutas.

Um jeito simples de potencializar e corrigir seus maus hábitos financeiros é justamente definindo os destinos de cada pedacinho do seu dinheiro e estabelecendo metas. Quem tem um objetivo fim para o dinheiro consegue com maior facilidade controlar seus comportamentos nocivos.

5º) A repetição desses comportamentos vai criar hábitos saudáveis financeiramente e os resultados vão vir mais facilmente

Finalmente, ao passo que comportamentos forem sendo corrigidos novos hábitos vão sendo criados em sua vida e quando você menos espera estará agindo em prol da sua liberdade financeira.

Até logo,

Jéssica Pulino Campara.

2019-04-17T20:15:39+00:00

Leave A Comment