fbpx

3 MOTIVOS QUE EVIDENCIAM UM CENÁRIO ECONÔMICO FAVORÁVEL AO EMPREENDEDORISMO

A crise econômica que assolou o país em 2014 e 2015 gerou consequências em diversos âmbitos da sociedade, inclusive retraindo as inciativas de empreendedorismo. Entretanto, desde 2017 parece estar havendo uma retomada da economia, sendo o atual cenário favorável a novos empreendimentos por no mínimo três motivos:

 

1) A TAXA BÁSICA DE JUROS CAIU

A taxa Selic, taxa básica de juros do país chegou a 14,25% a.a. em agosto de 2015. Como consequência, o crédito disponível tanto para pessoas físicas quanto para pessoa jurídica ficou mais caro, havendo um deslocamento dos recursos em circulação para investimentos em renda fixa que se tornaram mais rentáveis. Tudo isso, fez com que houvesse menos dinheiro em circulação e consequentemente menor consumo e menor investimento em novos empreendimentos.

No entanto, desde outubro de 2016 o governo federal tem conseguido, a partir de um conjunto de ações, reduzir a taxa básica de juros (Selic), que hoje já se encontra em 6,5%. Essa condição faz com que o custo da concessão de crédito em geral, fique mais barato, como exibido pelo Índice de Custo de Crédito, e com isso mais pessoas tenham acesso ao crédito, mais dinheiro gira na economia e maior é o incentivo a novos empreendimentos.

 

2) OCORRÊNCIA DE REFORMAS ESTRUTURAIS PROFUNDAS

A eminencia de novas reformas como a da previdência e a reforma tributária são incentivos ao empreendedorismo. No ano de 2016 ações importante como a definição de um novo regime fiscal, a lei da terceirização e a reforma trabalhista já foram implementadas.

Mas você pode estar se perguntando, por que essas questões podem influencias no contexto favorável ao empreendedorismo?

É simples, na medida em que o governo age na direção de organizar suas contas públicas e mostra-se preocupado em realizar os ajustes fiscais necessários sinaliza ao mercado um maior senso de responsabilidade e assim ampliam-se as expectativas. Como o mercado é movido por expectativas, elas sendo positivas, contribuem para o desenvolvimento econômico e consequentemente para abertura de novas empresas.

 

3) INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO

O atual governo já sinalizou que apoia o empreendedorismo, tanto é que ainda em campanha Jair Bolsonaro dizia que os “jovens devem sair da faculdade pensando em abrir uma empresa, deixando de ter uma visão passiva do futuro”.

Como resultado dessa tendência, há expectativa da criação de uma frente de empreendedorismo na câmara dos deputados. O objetivo é minimizar a burocracia e reduzir os tributos. Se isso realmente ocorrer, vai ser um incentivo para realização de novos empreendimentos, pois esse processo será facilitado e menos custoso.

Partindo desse contexto, queiro deixar um desafio para você: seja protagonista da sua própria história, aproveite que o momento é favorável e tire o sonho do papel e coloque em prática suas ideias.

 

Até logo,

Jéssica Pulino Campara

2019-03-07T10:06:39+00:00

Leave A Comment