fbpx

5 PASSOS PARA TORNAR AS FINANÇAS SUA ALIADA NO PROCESSO DE ABERTURA DA SUA EMPRESA

Vai abrir uma empresa? O que deve fazer com relação às finanças

Bom, já sabemos o que não fazer em relação as finanças, mas como não cometer os erros citados na semana anterior e ao contrário ser eficiente na gestão financeira? A seguir detalhamos 5 passos para tornar as finanças sua aliada no processo de abertura da sua empresa.

1º Não seja ingênuo financeiramente

Para não ser ingênuo financeiramente profissionalize-se. A gestão financeira é uma etapa muito importante para garantir o sucesso da sua empresa, mas executar todos os processos necessários não é tarefa para ingênuos. Por isso, busque cursos, palestras e se achar necessário acessória para não errar nesse processo. O importante é você se sentir seguro e certo do que está fazendo.

2º Orce todos os custos e despensas que irão ocorrer

Para executar esse processo primeiramente anota tudo o que você vai precisar para abrir sua empresa. Exemplo, se você for abrir um escritório de contabilidade precisa orçar aluguel de sala, sistema contábil, luz, internet, telefone, computador, impressora, material de expetante e publicitário. Esses itens é o mínimo que será necessário. Agora se você vai abrir uma fábrica terá de orçar todo o investimento inicial em máquina e equipamentos. Enfim, os itens dessa lista dependem do seu tipo de negócio.

A partir disso, em uma planilha de Excel projete cada um desses gastos por no mínimo 1 ano. Não se esqueça de absolutamente nada, isso vai possibilitar que você tenha uma noção fidedigna de quanto você precisa para o investimento inicial e de quanto é necessário para manter a empresa por um período de um ano.

Obs: Nessa etapa você também deve avaliar quanto você tem disponível para realizar esse investimento, ou quanto você tem condições de poupar para realizar esse investimento (falaremos mais sobre isso na semana seguinte).

3º Projete as possíveis receitas

Nessa etapa você consolida seu orçamento, já avaliou quanto vai gastar para abertura da empresa e para mantê-la durante um ano. A partir disso, é importante projetar suas receitas. Mas como fazer isso? Avalie o mercado e mensure dentro do seu negócio qual a possibilidade de receita a ser auferida.

4º Realize análise de investimento

Realizar análise de investimento é imprescindível para que você consiga mensurar a viabilidade de seu negócio. Para realizar essa etapa, primeiro é necessário ter detalhado as duas etapas anteriores, assim será possível estabelecer uma projeção de seus fluxos de caixa, ou seja, entradas e saídas.

A partir disso, em uma planilha do Excel é possível e indispensável calcular no mínimo dois indicadores: a taxa interna de retorno do seu projeto e o valor presente líquido. O primeiro vai evidenciar quanto o seu investimento vai gerar de retorno no período analisado e o segundo revela se o dinheiro investido está “retornado para seu bolso”.

5º Tenha capital de giro

Finalmente é importante ter capital de Giro. Isso significa ter dinheiro para arcar com as atividades operacionais da empresa, ou seja, dinheiro para mantê-la. Mas a grande pergunta é: quanto de dinheiro preciso? Não há uma fórmula que evidencie esse valor, nem um modelo simplificado.

A nossa sugestão é que partindo de seu orçamento, realizado nas etapas dois e três, você compute quanto precisa de dinheiro para realizar o investimento inicial e quanto precisa para começar a ter lucro, a partir dai tenha o suficiente para manter sua empresa por no mínimo três meses sem precisar contar com nenhuma receita. Essa dica te dará maior segurança para manter seu negócio.

Para ajudar você em todo esse processo vamos deixar uma planilha de Excel simplificada que vai te ajudar. É só clicar abaixo.

 

Até logo,

Jéssica.

2019-01-31T09:41:30+00:00

Leave A Comment